• Graziele Albuquerque

Gurias de Vermelho do Beira-Rio

Atualizado: Jan 17

Nas arquibancadas e na internet, mulheres que amam o esporte começam a retomar seu lugar de destaque na torcida, na organização dos clubes e dentro do campo. O grupo Gurias de Vermelho é uma das muitas iniciativas recentes de mulheres engajadas em combater o machismo dentro e fora dos campos de futebol.


A iniciativa do Gurias de Vermelho surgiu através de suas fundadoras Júlia e Nathalia, que normalmente iam a todos os jogos no Beira-Rio sozinhas por falta de companhia, então veio a ideia de combinar encontros com mulheres coloradas para assistirem os jogos do Internacional no estádio. “Sentamos, colocamos no papel toda a organização, criamos uma conta no Instagram e fomos divulgando para as amigas. Quando piscamos, estávamos com um número grande de gurias interessadas em acompanhar os jogos conosco”, lembra umas das fundadoras do grupo, Julia Franco. A ideia das organizadoras se baseia em incentivar e permitir que cada vez mais mulheres consigam ir ao estádio, além de ganhar força, trazer mais visibilidade, segurança e respeito para a torcida feminina.


Atualmente o grupo tem uma conta em uma rede social com 1.700 seguidores, onde acontece a divulgação do Gurias de Vermelho. A organização das gurias para os encontros acontece via grupo de whatsapp. “Nos encontramos sempre no mesmo lugar, na frente do Beira-Rio: nas árvores solitárias. Já virou nossa marca: gurias, pra árvore! É muito legal que cada jogo tem alguém novo a fim de conhecer e participar”, conta Julia. A diretoria do grupo opta pela entrada no Portão 6 do Beira-Rio, mas cada uma das integrantes têm livre arbítrio para assistir onde quiser. Nos jogos que não são no estádio colorado, as gurias se juntam para acompanhar as partidas no bar Biere Baguette, o que já virou tradição também.


Diretoria: Bibiana Ribeiro, Fiama Mocellin, Júlia de Pinho Franco, Marina Varela, Nathalia Montagner

Além de se juntar para acompanhar o Internacional, as “Gurias de Vermelho” se unem para ajudar uma às outras quando surgem outros empecilhos. “Seja por falta de companhia, de ingresso, de carona, de camiseta, enfim, nós sempre tentamos ajudar quem se interessa em participar do grupo”. No começo do projeto, o grupo acompanhou e viabilizou a ida de uma menina pela primeira vez ao estádio Beira-Rio. “Foi emocionante, recebemos diversos relatos de gurias agradecendo por essas oportunidades, que, para gente, por sermos sócias, acaba sendo uma rotina ir aos jogos, mas para outras não é realidade”, complementa a fundadora.


Mulheres de 14 a 43 anos e de diversos municípios fazem parte do grupo. Gurias de Vermelho é um movimento livre, sem qualquer envolvimento com torcida organizada. “Queremos fomentar esse amor que nos une, e é muito lindo ver isso crescer tão rápido. As gurias confiam na gente, acho que por sermos tão sinceras e apaixonadas por esse projeto e pelo Inter, e por estarmos sempre prontas pra ajudar qualquer uma”, conclui.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle