• Alessandra Formagini

Internet: inimiga ou parceira do futsal?

Atualizado: 14 de Out de 2020

Pode ser pelo notebook, pelo smartphone ou por WhatsApp. Você escolhe. A leitura deste texto pode ser feita de onde e quando você quiser. Porém, você não iria ler estas linhas (e muito do conteúdo sobre futsal que você consome) se não fosse através da internet. É preciso ficar de olho nos adversários, buscar o aperfeiçoamento e qualificar o jogo. No futsal, essas dicas funcionam em quadra e, cada vez mais, também fora dela.


Para quem trabalha com o futsal, a internet trouxe uma nova era para a modalidade e, ao mesmo tempo, assusta quem trabalha com o esporte. Chega a hora de apertar a marcação: ou isso se torna seu adversário no jogo ou você chama para jogar junto.


Não se faz um time apenas com sonhos. É preciso dinheiro. E é com a ajuda da internet que se ampliaram as possibilidades de publicidade. Seja pelas redes sociais, em streamings, parcerias pagas ou pela mais vasta possibilidade do marketing digital, os gestores esportivos viram várias portas se abrir. Hoje, a arquibancada vai muito além do concreto. Ela é digital, sem fronteiras e bem maior que a capacidade do ginásio do seu time. Bom para quem torce, excelente para quem investe.


Por outro lado, quem fica parado é driblado pela tecnologia e perde espaço. Afinal, falamos de internet e aqui tudo é rápido, volátil e líquido. E o time que fica para trás perde de goleada. Criou-se uma realidade nova para quem vende, joga, divulga ou torce pelo futsal. É o novo “quem não é visto, não é lembrado”. Porém, assim como tudo que é novo, assusta e faz com que, ainda sem rumo, muitos times busquem estratégia para este novo “adversário”. Ou seria a mais nova contratação do momento?


Pioneiro nisso, Falcão foi rei do futsal muito por tudo que jogou (Não vamos negar, né?). Mas não foram apenas seus dribles que o diferenciaram – isso também já sabemos. Para os amantes do futsal, provavelmente ele tenha sido um dos primeiros ídolos e o marketing (principalmente digital) fez toda a diferença neste verdadeiro fenômeno que levou a própria modalidade para outro patamar.


Atualmente, muitos atletas e clubes usam das armas digitais para deixar sua marca – todo dia, milhões de possibilidades. A internet democratiza, mas também povoa de caminhos. O mais novo lance neste sentido é do ex-time de Falcão, o Magnus. O atual time tricampeão mundial firmou uma parceria com Fred, do Canal Desimpedido. Este é um dos maiores canais de entretenimento esportivo via streaming do Brasil, com quase oito milhões de inscritos.


Durante esta pré-temporada, o apresentador irá participar das partidas amistosas do clube, onde também será gravado episódios especiais para o canal. A nova “contratação do time” é um dos jovens talentos mais impactantes do meio digital: são mais de 5 milhões de seguidores.


A parceria inédita mostra a ousadia da equipe de Sorocaba no meio digital – que é hoje o time com maior número de seguidores da modalidade no Brasil, totalizando mais 300 mil fãs nas principais plataformas, ultrapassando até equipes tradicionais do futebol. Fica aí o exemplo e a reflexão: qual vai ser a próxima ferramenta a ser usada para divulgar nosso futsal? Pelo jeito, na internet, o céu é o limite. E os times precisam ficar de olho.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle