• Alícia Soares

Libertadores Feminina: Corinthians vence a Ferroviária e conquista a taça em 2019

A Copa Conmebol Libertadores da América de Futebol Feminino de 2019 foi a décima primeira edição da competição e foi disputada em Quito, no Equador, entre os dias 11 e 28 de outubro, com 16 times participantes. Os estádios utilizados foram o Estádio Olímpico Atahualpa com capacidade para 35.742 pessoas e o Estádio Casa Blanca, com capacidade para 41.596 pessoas. A campeã da competição foi o Corinthians, em final 100% brasileira contra a Ferroviária.


Em toda a competição, foram 32 partidas e 131 gols, tendo sido a primeira goleada protagonizada pelos times da Ferroviária e do Mundo Futuro: 10 a 1 para as as guerreiras. Ainda, as grenás foram o melhor ataque da fase inicial com 15 gols e a artilheira da competição foi a Nathane, com nove gols.


Na fase de grupos, duas equipes de cada grupo classificaram para a fase mata-mata. No grupo A, foram classificadas Atlético Huila e Cerro Porteño e eliminadas Peñarol e Colo Colo; no grupo B, foram classificadas Deportivo Cuenca e Ferroviária e eliminadas Estudiantes de Caracas e Mundo Futuro; no grupo C foram classificadas Corinthians e América de Cali e eliminadas Libertad e Ñañas; no grupo D foram classificadas UAI Urquiza e Santiago Morning e eliminadas Independiente Medellín e Municipalidad de Majes.


Na primeira fase, o Corinthians liderou o Grupo C com duas vitórias e um empate: venceu o América e o Ñañas por 3 a 1 e empatou por 2 a 2 com o Libertad Limpeño. Nas quartas de final, venceu o Santiago Morning por 2 a 1 e nas semifinais goleou o América de Cali por 4 a 0.


Nas quartas de final, classificaram-se Ferroviária, Cerro Porteño, Corinthians e América de Cali, enfrentando-se entre si respectivamente nas semifinais. Ferroviária e Corinthians passaram para as finais e protagonizaram a primeira final entre clubes do mesmo país na história da competição.


A final da Libertadores aconteceu no dia 28 de outubro de 2019 no estádio Olímpico de Atahualpa, em Quito, no Equador, e teve domínio incessante do time da Fazendinha. Entretanto, a goleira das Guerreiras, Luciana, fez uma partida brilhante e evitou que vários gols alvinegros fossem marcados durante a primeira etapa do jogo.


Por outro lado, no segundo tempo, a insistência do Timão surtiu bons frutos: aos 28 minutos, após contra-ataque e passe de Tamires para Giovanna Crivelari, ela dividiu com a marcação e com um toque bem leve empurrou a bola para o gol, abrindo o placar para o Corinthians. Após recorrente pressão no restante da segunda etapa, aos 44 minutos, após tabelinha entre Juliete e Vic Albuquerque, a lateral bateu cruzado sem chances para a goleira Luciana. Grande destaque para as duas goleiras, Luciana e Lelê, que evitaram várias chances de gol se realizarem.


O time de Arthur Elias contou com 43 jogos sem derrota durante toda a temporada em 2019, merecendo de forma gratificante o título continental. Como prêmio, o Corinthians recebeu 85.000 dólares pela conquista, valor recorde entre as 11 edições da competição.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle