Libertadores Feminina: em sua primeira participação Sportivo Limpeño conquista o título em 2016

Em uma edição com uma sede inédita, a oitava edição da Libertadores da América Feminina teve a participação dos principais campeões dos campeonatos nacionais da Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. O Brasil foi representado pela Ferroviária (campeã da Libertadores de 2015) e pelo Foz Cataratas (3º colocado da Copa do Brasil).


Com as partidas sendo realizadas no estádio Charrúa, em Montevidéu e no estádio Professor Alberto Suppici em Colônia do Sacramento, o Sportivo Limpeño iniciou a sua trajetória integrando o Grupo A, ao lado de Colón, UAI Urquiza e Universitário. Na fase de grupos, as paraguaias se classificaram na primeira colocação - vencendo duas partidas e empatando apenas uma.


Na semifinal, o confronto foi diante do Foz Cataratas, que também buscava o título inédito na competição. Mas as brasileiras não tiveram chance e acabaram esbarrando na forte marcação imposta pelas paraguaias, que ainda marcaram dois gols: o primeiro com Aquino e decretando a vga à final, Aguero.


Para a final, o Sportivo Limpeño aguardava as adversárias - que saiu do confronto entre Estudiantes de Guárico x Colón - onde as venezuelanas venceram por 2 a 0 com gols de Mendoza e Guarecuco. Com uma final inédita, o palco para a disputa do título aconteceu na Colônia de Sacramento.


(foto: divulgação)

Quando falamos de Libertadores da América existe muita emoção e drama. E na final de 2016 não poderia ter sido diferente. O Estudiantes de Guárico marcou o seu gol aos 46 minutos do 1º tempo com Villamizar. O Limpeño precisou correr atrás do placar e descontou com Peña aos 25 minutos do 2º tempo. E os minutos finais de partida foram de apreensão, o empate em 1 a 1 levava a disputa às penalidades. Mas eis que surge Cortaza que no último minuto marcou o gol da virada do Limpeño. Era o gol do título.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle