• Stephany Locatelli

Libertadores Feminina: Sereias da Vila conquistam a América em 2009

Atualizado: Set 3

A primeira Copa Libertadores da América de Futebol Feminino foi realizada em 2009 e muito graças a forte pressão do Santos. Depois das Sereias vencerem a Copa do Brasil, elas queriam algo maior para disputar, e se o futebol masculino contava com estadual, nacional e internacional. Por que não uma competição internacional para as meninas também disputarem?


(foto: divulgação)

A primeira edição contou com pouquíssimas equipes e foi vencida pelo próprio Santos Futebol Clube. Realizada pela Conmebol, contou com dez equipes dividas em dois grupos com jogos disputados em três sedes: São Paulo, Santos e Guarujá, no Brasil. As Sereias representariam o país sede e a pressão de serem protagonistas numa competição em que lutaram para jogar. E não decepcionaram.


O sorteio dos grupos aconteceu em Santos e a equipe praiana junto com San Lorenzo da Argentina foram os cabeças-de-chave ocupando os grupos 1 e 2, respectivamente. Após o sorteio os grupos ficaram assim:

Grupo 1 -> Santos (Brasil), White Star (Peru), Caracas (Venezuela), Everton (Chile), EnForma Santa Cruz (Bolívia);

Grupo 2 -> San Lorenzo (Argentina), Universidad Autónoma (Paraguai), Deportivo Quito (Equador), Formas Íntimas (Colômbia) e Rampla Juniors (Uruguai).


Durante toda a competição, as Sereias da Vila foram espetaculares e balançaram as redes em todos os jogos. No primeiro confronto da primeira fase, em 3 de outubro, contra o White Star a vitória foi por 3 a 1. Na segunda rodada, no dia 6, enfrentaram o Enforma Santa Cruz e o placar fechou com um 12 a 0. Na terceira rodada, 10 de outubro, as Sereias bateram o Caracas por 11 a 0. E na quarta e última rodada da fase de grupos, dia 13 de outubro, com a classificação praticamente encaminhada para as semifinais, as Sereias bateram o Everton por 3 a 1.


Ao final da primeira fase, além do Santos, a equipe do Everton também avançou de fase. No grupo 2, Universidad Autónoma e Formas Íntimas ficaram com as vagas. Nas semifinais, as Sereias protagonizaram uma nova goleada, dessa vez, por 5 a 0 batendo Formas Íntimas no dia 16 de outubro e avançaram para a inédita final da competição. Do outro lado Universidad Autónoma vencia por 1 a 0 o Everton e também avançava a final.


O terceiro lugar foi disputado no dia 18 de outubro entre Formas Íntimas e Everton, onde o time colombiano venceu por 2 a 0. A grande final realizada entre Santos e Universidad Autónoma aconteceu no mesmo dia, na Vila Belmiro. A equipe santista não pode contar com Cristiane, suspensa, mas artilheira isolada com 15 gols, mas isso não foi problema para vencerem goleando por 9 a 0.


Marta, que até aquele momento carregava consigo os três títulos de melhor do mundo, disse ao final: “Parece um sonho e estou muito emocionada. Que este movimento não pare por aqui e que a temporada beneficie as meninas que jogam no Brasil. Sabemos jogar bola. Futebol é para mulher também.”.


Com uma campanha impecável do time da Vila tendo tido o melhor ataque (47 gols marcados) e a melhor defesa da competição (2 gols sofridos). O time do Santos em 2009 com Cristiane, Marta, Aline Pellegrino, Maurine e muitos outros nomes encantou e de forma incontestável levantou pela primeira vez a taça de campeãs femininas da América que representou muito mais que apenas um título, era o início de uma nova era no futebol: a América também era delas!

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle