• Anna Virginia

Maior artilheiro da Argentina e do Barça, Messi chega ao gol 700

Atualizado: Jul 24

Relembre golaços do craque com a camisa do Barça


O maior artilheiro da história do Barcelona, Lionel Messi, marcou o 700° gol da carreira nesta terça-feira (30). A marca histórica foi atingida no empate em 2 a 2 diante do Atlético de Madrid pela 33ª rodada do Campeonato Espanhol.


A marca foi atingida aos cinco minutos do segundo tempo, em uma cobrança de pênalti. Mas como se trata de Messi não poderia ser uma cobrança comum: o craque bateu com uma cavadinha no meio do gol. A coincidência é que o gol 600 do jogador também havia sido marcado contra o Atlético de Madrid, diante do mesmo goleiro Oblak, em bola parada. Naquela ocasião, no entanto, em cobrança de falta.


Foto: Albert Gea/Reuters

Messi possui média de 0,81 gols por jogo. Os 700 gols do gênio estão distribuídos em 47 hat tricks, 133 jogos com dois gols, 263 partidas marcando um gol, além de seis jogos marcando quatro gols e um jogo com cinco gols. São 630 gols pelo Barcelona e 70 pela Argentina, o que o coloca como o maior artilheiro do seu clube e de sua seleção com sobras.


O craque também é o jogador que mais marcou gols pela La Liga, com 442 gols. Além disso, é o maior artilheiro da história da Copa do Rei da Espanha com 53 gols e é o segundo na artilharia histórica da Liga dos Campeões com 114 tentos. As maiores vítimas do argentino são Sevilla, Atlético de Madrid, Valencia e Real Madrid - foram, respectivamente, 37, 32, 28 e 26 gols marcados contra cada equipe. Já as seleções que mais sofreram gols do camisa 10 foram Brasil, Uruguai e Paraguai, com cinco gols cada.


Gols mais bonitos do Messi pelo Barcelona

Messi coleciona várias pinturas na carreira. Dos 700 gols marcados pelo argentino, três ocupam o pódio de maiores gols da história do Barça. A decisão foi tomada pelos próprios torcedores do Barcelona através de votação organizada pelo site oficial do clube no ano passado. Confira o top-3:


1 - Barcelona x Getafe, 2007

O vencedor da disputa foi o gol do argentino contra o Getafe, em 2007, marcado em confronto pela semifinal da Copa do Rei após uma arrancada sensacional no Camp Nou. Messi driblou seis jogadores, incluindo o goleiro, antes de empurrar de carrinho a bola para o fundo da rede. Na época Messi tinha apenas 19 anos, mas já começava a assombrar o mundo com seu talento descomunal. O gol, muito parecido com o marcado por Maradona diante da seleção inglesa na Copa de 1986, fez com que muitos começassem a vislumbrar uma comparação do jovem talento nascido na Argentina e desenvolvido na Catalunha com o Deus do futebol argentino. Depois disso, Messi anotou mais de 600 gols, ganhou 6 Bolas de Ouro, incontáveis títulos e para a maioria dos amantes e analistas de futebol deixou Maradona para trás, mas 13 anos passados, essa obra de arte ainda é colocada no topo entre tantas pintadas por Leo nos gramados.


Relembre o gol:


2 - Barcelona x Athletic Bilbao, 2015

O segundo lugar fica com o gol marcado contra o Athletic Bilbao, pela decisão da Copa do Rei de 2015, vencida pelo Barcelona por 3 a 1. Aos 20 da primeira etapa, Messi abriu o placar com mais um gol antológico. O camisa 10 partiu da direita do ataque deixando os marcadores para trás, com direito a drible da vaca. Parecia jogo de adulto contra criança pela impressionante facilidade com que Messi deixava os rivais pelo caminho. Após fazer o que quis com os defensores bascos, Leo invadiu a área, deu um drible de corpo em Iturraspe e bateu firme, sem chances para o goleiro Herrerin, calando os mais de 60 mil bascos que viajaram para a final disputada no Camp Nou, em Barcelona.


Relembre o gol:


3 - Real Madrid x Barcelona, 2011

Fechando o pódio, outro gol pra lá de especial marcado por “La Pulga”. O palco? Santiago Bernabéu, um dos palcos favoritos de Messi. O jogador do Barça enfrentava o Real Madrid pela semifinal da Liga dos Campeões da temporada 2010/2011. Quando Busquets passou a bola para o gênio próximo ao círculo central, parecia que nada aconteceria, mas quem recebia aquela bola era um inspirado Lionel Messi. O craque do Barça não precisou nem de 10 segundos para arrancar deixando para trás Diarra, Sérgio Ramos, Albiol e Marcelo antes de tocar na saída do goleiro Casillas. O mais belo dos 26 que anotou diante do maior rival. O gol não está no pódio apenas por sua inquestionável beleza, mas também por ter sido chave para a classificação à final da Liga dos Campeões, que seria vencida de forma categórica diante do Manchester United, mais uma vez com o melhor do mundo daquela temporada marcando.


Relembre o gol:


Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle