Massacre alemão em Lisboa

Nos últimos anos, o Bayen München se tornou o pesadelo dos torcedores culés na Champions League, e nesta sexta-feira (14), não foi diferente. Com gols de Müller (2), Perisic, Gnabry, Kimmich, Lewan e Coutinho (2), os alemães golearam os espanhóis por 8 a 2 e se classificaram a mais uma semifinal da Champions League que agora, aguardam o vencedor do duelo de Manchester City e Lyon.


Müller comemora o primeiro gol do duelo (Foto: REUTERS/Rafael Marchante/Pool)

Em uma final antecipada, os bávaros não tomaram conhecimento do Barcelona. E nos minutos iniciais de partida, Thomás Müller após uma tabelinha com Lewan, abriu o placar no estádio da Luz. Já os espanhóis, buscaram não se abater com o resultado e tiveram uma oportunidade com De Jong, que foi desarmado. O empate só saiu após um golaço marcado contra de Alaba, que da entrada da grande área, tentou cortar e acabou mandando contra o próprio gol.


O empate momentâneo em 1 a 1 até que animou os culés, que no minuto seguinte, acertaram a trave de Neuer com Busquets. A resposta do time de Munique se deu com Lewandowski e a bola passa a direita da trave de Ter Stegen. Messi também buscou o gol após deixar dois marcadores para trás, mas no duelo diante do camisa 1, Neur se deu melhor.


Em uma recuperação de bola, Gnabry encontrou Perisic, que ao adentrar a ágra, chutou cruzado e virou para o Bayern. O Barcelona se desestabilizou, e a supremacia dos alemães começou a aumentar. Se Thiago Alcântara desperdiçou a oportunidade mandando para fora e Lewan acabou parando em Vidal, Gnabry não desperdiçou e marcou o 3º gol na partida.


Com a classificação encaminhada, o Bayern não tirou o pé do acelerador, e Müller marcou o seu segundo gol na partida - o quarto dos alemães. Sem esperança de armar um contra-ataque, o Barça passou a se defender como pode das investidas que eram realizadas, principalmente, pelo lado direito. Fim do 1º tempo: Barcelona 1 x 4 Bayern München.


No 2º tempo, o técnico do Barcelona, Quique Setién, substituiu Sergi Roberto por Griezmann. Mesmo com a mudança, os espanhóis estavam apáticos. Sem ter nada a ver com a situação, os alemães continuaram mantendo o seu ritmo. Goretzka teve uma bela oportunidade, mas acabou mandando acima do travessão. A rede balançou a favor do Bayern, Lewandowski deixou a sua marca, mas a arbitragem marcou impedimento e acabou anulando o lance.


O gol de "honra" do Barcelona saiu dos pés de Luisito Suárez - após Jordi Alba ter deixado Boateng para trás, o uruguaio aproveitou e acertou o canto esquerdo de Neuer. Tendo mais 30 minutos para buscar os gols e buscar uma prorrogação, os culés de viram acuados e em mais um vacilo de Semedo, Kimmich marcou o quinto gol da partida. Mas jogo do Bayern München sem gol do artilheiro, Lewan. Ainda teve tempo para Coutinho marcar dois e encerrar a goleada por 8 a 2.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle