Não ao futebol moderno

Atualizado: Jul 24

Nas últimas semanas, as comemorações de jogadores com a torcida causaram polêmica no futebol. O primeiro caso aconteceu na final da Copa São Paulo de Futebol Júnior que foi decidida com o maior clássico do Brasil: o Gre-Nal. O jogo era lindo de se ver, com oportunidades para os dois lados, bola no chão sem catimba e brigas, como geralmente vemos no profissional. Porém, um fato gerou polêmica e questionamentos dentre os gremistas e algumas pessoas da mídia.


O Grêmio abriu a placar primeiro e, na comemoração, o zagueiro Alison Calegari que já tinha cartão amarelo, pulo no alambrado do Pacaembu, o que pela regra é proibido. O volante Gazão sabendo no que aquela atitude do companheiro de equipe resultaria, tentou enganar o árbitro quando foi advertir Calegari, dizendo que tinha sido ele que havia subido no alambrado e não o zagueiro. Gazão não tinha cartão e por isso quis "levar a culpa" no lugar de Alison, mas o juiz estava atento, deu o segundo cartão amarelo e em seguido o vermelho. Em uma decisão da gurizada, por uma atitude talvez irresponsável, mas que foi tomada por toda emoção de uma final, uma expulsão poderia mudar todo o rumo do jogo.

Em seu Instagram, o zagueiro pediu desculpas pela expulsão e desabafou:


"Infelizmente o meu "gremismo" acabou me prejudicando no momento do gol, ninguém estava mais feliz do que eu naquele momento e acabei agindo pela emoção na hora de comemorar com a torcida".

Ele também se desculpou com a torcida e agradeceu as mensagens de apoio que recebeu


Os lados da moeda

Sabemos que o árbitro agiu corretamente pois, regra é regra. Sabemos também que o zagueiro deixou a emoção falar mais alto do que a razão, ele poderia ter racionando que já tinha um cartão amarelo e se fizesse tal coisa, seria expulso. Exatamente como aconteceu. Mas um questionamento que sempre tive é sobre alguma regras no futebol. Porque ir comemorar com a torcida gera cartão amarelo? E porque somente para alguns essa punição é imposta? Porque tirar a camisa também resulta em cartão?


Em Paris não é muito diferente

No sábado (01), no Parque dos Príncipes, o Paris Saint-Germain goleou o Montpellier por 5 a 0, Neymar não fez gols, mas foi protagonista de um absurdo. No final do primeiro tempo, o brasileiro recebeu a bola na ponta esquerda e ameaçou vários dribles, o jogador estava sendo marcado por Souquet que, logo na sequência, deu uma entrada mais forte no camisa 10. Depois disso veio a polêmica do jogo, Neymar que todo mundo já conhece e sabe que gosta de dribles, deu uma lambreta no defensor do Montpellier e o árbitro Jérôme Brisard entendeu que o jogador deveria ser advertido verbalmente pelo lance, o que não faz sentido algum. O camisa 10 do PSG não aceitou e discutiu bastante com o árbitro, que acabou lhe advertindo mais uma vez, mas com um cartão amarelo. Na saída de campo, Neymar voltou a discutir.


– Eu jogo futebol, não falo p... nenhuma e tomo a p... do cartão amarelo.

Be patient (seja paciente), be patient (seja paciente), o quarto árbitro

Be patient é o c... vai se f... - responde o atacante.


Dois casos, duas pessoas, dois campeonatos e dois lugares diferentes, mas o mesmo questionamento: Porque o futebol está ficando cada dia mais chato? O bem mais precioso que um clube tem é a sua torcida. Porque punir o jogador em uma final de campeonato por comemorar com quem ama o clube? Porque um jogador habilidoso não pode mais desfrutar do seu talento dentro de campo?


Nem citei a Libertadores, onde a festa na arquibancada tem sido cada vez mais extinta. Não temos mais pirotecnia, bandeirões, papel picado.. Vai chegar o momento em que o futebol terá que ser assistido em silêncio, com todos sentados apenas respirando e olhando o jogo.


Não destruam o futebol raiz, que já respira por aparelhos. Não existe nada melhor do que provocações (quando são saudáveis e sem ofensas). Lambreta, chapéu, caneta, correr para os braços da torcida depois daquele gol decisivo. A emoção e o sentimento de "p* eu to vivendo tudo isso mesmo" é unica e deveria ser comemorada de todas as maneiras possíveis.


O futebol é lindo, é emoção na ponta da chuteira e na arquibancada com torcida e jogadores jogando juntos! Não nos tirem isso. Não ao futebol moderno.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle