• Gabriele Módolo

O mestre dos Dérbis: Oswaldo Brandão

Palmeiras e Corinthians decidem neste sábado (8), mais um título do Campeonato Paulista. Corações já estão sofrendo, noites já estão sendo longas, sonhando e fazendo uma só pergunta: quem será o Campeão de 2020?


Mas você sabia que um treinador é recordista por comandar esses dois rivais? Conheça a história de Oswaldo Brandão, o Mister Dérbi!


(foto: divulgação)

No Palmeiras, o treinador atuou em 585 jogos e foi campeão de Campeonatos Paulistas (4) e Brasileiros (3). Com um estilo exigente e motivacional, treinou o Verdão nos anos de 1945; 1947 e 1948; 1958 a 1960; 1971 a 1975; e 1980. Quebrou o jejum de 7 anos em que o time verde e branco não ganhava do alvinegro. Uma goleada de 4 a 0 lavou a alma de muitos Palmeirenses. Comandou a chamada “Segunda Academia” Alviverde que foi Campeã Brasileira em 1972 e 1973 com os grandes jogadores como: Ademir da Guia, Leivinha, Dudu e cia. O segredo de tanto sucesso era a amizade entre o comandante e time.


No rival Corinthians, Brandão também obteve muitas glórias. Com sua experiência nos dérbis o treinador procurava acalmar e encorajar os jogadores antes de partidas finais. A mais importante foi em 1977. Passando por uma fase difícil em sua vida pessoal, conseguiu um feito histórico, ao comandar o alvinegro do Parque São Jorge no título Paulista daquele ano. Foi encerrado um jejum de 22 anos. O grito de campeão veio após vencer a Ponte Preta em uma série de três partidas decisivas.


Em homenagem ao treinador, Corinthians e Palmeiras realizaram em 2009 uma disputa de um troféu com o nome de Oswaldo Brandão. O time alviverde venceu a disputa e a taça está localizada em seu memorial de troféus.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle