• Andressa Eloisa

O novo normal invadiu nossos estádios

Sabemos que as competições que tanto amamos voltaram, primeiro na Europa com as principais ligas, depois a Champions League. No Brasil, após mais de 100 dias sem jogos, retornamos aos campeonatos estaduais e ao nosso querido Brasileirão.


É claro que, o retorno em meio a uma pandemia trouxe algumas implicações, talvez a maior delas seja ter os jogadores em campo, mas as arquibancadas vazias. A falta dos torcedores nos estádios vai muito além dos prejuízos financeiros, deixamos de ter o calor da torcida empurrando o time, cantando hino, aclamando os craques, vibrando com a bola na rede e também mostrando toda sua indignação ao não presenciar o desempenho esperado. Estar numa arquibancada é extravasar um misto de sentimentos. Na 8ª rodada do Brasileirão, podemos afirmar que os jogos se tornaram frios, não há o cumprimento entre os jogadores, não há bandeiras, não há o clássico torcedor com seu radinho colado ao ouvido para não perder nenhum lance.


Uma tática para amenizar essa frieza e tentar deixar os jogos mais naturais foi adotada: técnicos de som e DJS são os responsáveis pelo grito das torcidas, que ecoam pelas caixas de som dos estádios; esses profissionais sentem o ritmo da partida, para determinar qual a reação da torcida em cada momento de jogo. O Corinthians encontrou uma outra forma de ter sua torcida por perto, realizou a campanha “o Timão é a sua casa”, onde torcedores compram um toten personalizado, instalado individualmente em cada cadeira da Neo Química Arena.


(foto: Reuters)

O retorno dos jogadores aos campos, sem a torcida não significa que os cuidados e a prevenção ao Corona Vírus devem ser deixados de lado. No dia 01º de setembro, o PSG confirmou que três jogadores de seu elenco testaram positivo para o vírus, entre eles o brasileiro Neymar. No mesmo dia, três jogadores do Vasco e um do Flamengo também foram testados positivo com o vírus e estão em quarentena.


Infelizmente notícias como essas estão longe de ser fake news, visto que ainda estamos em meio à pandemia, e o número de infectados aumenta a cada dia. O novo normal que invadiu nossas casas e alterou a nossa rotina não abalou o nosso amor pelo futebol.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle