• Priscila Pedroso

Pinheirão: a história de um estádio que adormeceu

Atualizado: Jul 24

O Completo Poliesportivo Pinheirão foi inaugurado no dia 15 de junho de 1985 em um jogo entre as seleções dos estados do Paraná e de Santa Catarina. Apesar de surgir de um projeto ambicioso, o estádio mostrava indícios de que passaria por dificuldades e seria palco de projetos sem continuidade já nos primeiros anos de v


A diferença em relação a outros campos já existia quando o assunto era o dono. O complexo de 125 mil metros quadrados e com capacidade para 45 mil espectadores, localizado no bairro Tarumã, em Curitiba, foi o único estádio brasileiro comandado por uma federação: a Federação Paranaense de Futebol (FPF).


A entidade promovia o aluguel do espaço e o Pinheirão foi a casa de dois clubes da capital. Em 1985 e durante boa parte dos anos de 1990 o Atlético passou a mandar seus jogos no local. Já no final dos anos 1990 foi a vez do Paraná Clube adotar o estádio que até hoje leva as cores do tricolor nas cadeiras destruídas pelo abandono.


Entre os momentos mais importantes da história do complexo esportivo estão o título da Série B do Campeonato Brasileiro de 1992, conquistado pelo Paraná Clube sobre o Vitória, o título paranaense do Atlético-PR em 1998, que contou com o recorde de público do Pinheirão com 44.475 pagantes e o troféu do paranaense de 1999 do Coritiba que acabou com uma fila de 10 anos sem títulos da equipe. Além disso, a Seleção Brasileira enfrentou o Uruguai nas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2006, em 2003.


Mas há tempos os gritos de gol não ecoam das arquibancadas. Há anos a bola não rola nas quatro linhas do gramado. Há tempos tem quem passe pelo local e sinta saudades. Isso, porque, o Pinheirão sofreu com a falta de investimentos e acumulou dívidas que impediram a continuidade da sua história. O estádio foi fechado em maio de 2007 e leiloado em 2012 por R$ 57 milhões.


Chamado de ‘cemitério do futebol paranaense’, um dos maiores complexos esportivos do país se encontra desativado e sem indícios claros do que serão as próximas páginas de sua história. Até o momento, pela proposta original, a área deve se tornar um bairro misto com residências, serviços, comércio e escritórios.


Agora, restam as memórias de um gigante... que adormeceu.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle