• Gabriele Módolo

Principais lesões no futebol

O futebol, além de ser o esporte mais popular em todo o mundo, também é considerado uma atividade de grande risco para lesões.

Você pode estar imaginando, deve ser pelo motivo de ter muito contato físico durante o jogo, correto? Em uma certa parte, sim, porém se engana quem acredita que as principais causas de lesões são acarretadas por pancadas.


Segundo um estudo realizado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) movimentos de rotação e explosão muscular são os agravantes por desfalques dentro de campo. Os números relevantes de contusões estão situados nos membros inferiores e podem ser ocasionadas quando o jogador está sozinho durante a partida.


Observe os dados:

- 72,2% das lesões ocorreram em membros inferiores, com superioridade na coxa (34,5%), no tornozelo (17,6%) e no joelho (11,8%)

- Lesões musculares: 39,2%

- Lesões por choque entre jogadores (contusões): 24,1%

- Torções: 17,9%

- Tendinites: 13,4%


Compreenda as lesões

A musculatura da coxa e perna são as principais regiões lesionadas, quando se trata de contusões musculares. Por isso, é importante que se realize o fortalecimento dessas partes.


As luxações, principalmente do tornozelo e joelho, levam às lesões de ligamento, que muitas vezes necessitam de cirurgia.


As contusões por sobrecarga são decorrentes de treinamentos muito pesados e muitos jogos seguidos, sem respeitar o repouso adequado para cada atleta.


As tendinites do joelho e do tornozelo são muito comuns. Existe também, a sobrecarga óssea excessiva, principalmente no tornozelo e pé, que pode acarretar a fratura por estresse.


É sempre muito importante estar bem preparado para exercer qualquer atividade física, não ultrapassar o seu limite e se sentir qualquer dor ou desconforto, avisar um profissional para que possa te auxiliar no melhor tratamento.

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle