• Bianca Lodi

Taboão Magnus Feminino e treinadora Cris Souza estão na lista de melhores do mundo do Futsal Awards

Pelo segundo ano consecutivo, o Futsal Feminino Taboão está na lista de melhores clubes do mundo da modalidade, e treinadora é indicada em categoria individual novamente


(foto: Victor Monteiro)

Taboão Magnus Futsal, um projeto que começou há 12 anos na cidade de Taboão da Serra, em São Paulo, com um time pequeno, sem apoiadores, mas com uma comissão que acreditava no trabalho realizado, se tornou referência mundial tendo destaque na lista de melhores clubes do mundo.


No último domingo (09), a Futsal Planet, principal veículo de notícias da modalidade, divulgou as categorias a serem avaliadas no Futsal Planet Awards 2020, em sua 21ª edição. E pelo segundo ano consecutivo, o Taboão Magnus Feminino está na lista dos 10 melhores clubes do mundo e concorrerá ao prêmio. Desta vez, a equipe concorre somente entre clubes que trabalham com o feminino, diferente de 2019, que concorreram com times masculinos.


Além de concorrerem como melhor clube do mundo, a treinadora Cristiane Souza, mais conhecida como Cris, está concorrendo em categoria individual, como melhor treinadora do feminino e disputa o pódio mundial.


“É uma sensação incrível e de conquista poder fazer parte duas vezes da lista, vendo o time indicado em 2019 e 2020. É um resultado de muito trabalho, passou um filme na minha cabeça, lembrando de onde eu vim, dos sacrifícios que fiz para estudar e me arriscar em uma modalidade extremamente masculina, e acreditar junto com minha única parceira de treino, a Priscila. Me sinto privilegiada que além de estar na lista como uma treinadora lembrada no mundo inteiro, o clube que eu dirijo também está, reflete e demonstra que o trabalho é feito com muito carinho, amor e sobretudo com muita competência. Fiquei muito feliz, realizada, com um sentimento de plenitude e um êxtase que tomou conta no momento que vi, e mostra que por 2x as pessoas viram meu trabalho e minha entrega dentro e fora de quadra para que o Taboão pudesse estar no topo novamente”, contou a treinadora Cris Souza, em entrevista ao Futebol por Elas.


Ainda de acordo com a treinadora, "em 2019, foi uma surpresa maior por não imaginar estarem na lista, sonhava com isso, mas sabia das dificuldades porque são muitos profissionais com grandes trabalhos. Já o de 2020, tinha uma esperança, mas não uma certeza, pois foi um ano de muitos desafios, com um calendário todo rearranjado por conta da pandemia e não imaginava o quanto vencer em cima desse ano desafiador seria algo pontual e decisivo para escolha dos profissionais que acreditaram na minha pessoa, na minha carreira e no meu trabalho".


Na imagem, treinadora Cris Souza (foto: Victor Monteiro)

O currículo e trajetória do futsal feminino do Taboão é resultado de várias mãos que acreditaram no projeto e fizeram dele a maior força da modalidade e orgulho da cidade. “Teve momentos que não tínhamos expectativas, mas jamais desistimos, e isso fez parte de toda essência do clube, de acreditarmos mais do que qualquer outra pessoa que o trabalho que estávamos desenvolvendo um dia ia vencer, e é isso que a gente vê hoje”, relata a treinadora.


Cris Souza, que nasceu em Taboão, no Dia do Trabalho, vê isso como o DNA dela na profissão. “Sempre fui muito de trabalhar para conquistar meus sonhos, e desde adolescente, o momento de vestibular, sempre fazia escolhas para me tornar uma profissional diferente, e acho que todas essas etapas fortaleceram a profissional que sou hoje, e que quero contribuir deixando o legado em quadra e de alguma forma ajudar essas atletas”, diz a comandante.


O futsal assim como o futebol feminino, enfrenta preconceitos e lutas de espaço dentro da quadra. Na indicação de melhor treinadora do mundo, Cristiane Souza é a única mulher da lista, sendo os demais homens. “Ser mulher no esporte já é um grande desafio e meus grandes adversários técnicos são todos homens que comandam grandes equipes, fico triste por saber que só eu estou no cenário hoje. Mas ao mesmo tempo meu nome estar concorrendo com eles mostra que a mulher pode ocupar qualquer espaço e seguir qualquer carreira, e brilhar em qualquer caminho que ela decidir trilhar, e acho que essa é a mensagem que tem que ficar com meu destaque, que podemos estar onde quisermos, inclusive nas quadras de futsal. E com isso, a cada dia que passa venho sendo referência e recebo muitas mensagens de treinadoras que se espelham na minha carreira, formação e na pessoa que sou, e que querem também fazer projetos como o que fazemos no Taboão”, destacou a treinadora.


Como profissional, a treinadora sentiu ao longo da carreira muitos olhares de desconfiança. “Sempre fui atleta amadora e tive que aprender como ensinar o futsal, talvez hoje isso seja o fator de inspiração para muitas mulheres. Sou formada em fisiologia, e comecei do 0 a aprender sobre a modalidade, tinha uma ânsia grande em poder ajudar as pessoas para que elas pudessem jogar melhor, isso está no meu DNA. Busquei muita informação, fiz curso, vasculhei, li, pensei e refleti para poder ser a Cris Souza que sou hoje. Foi uma trajetória de ter que provar muita coisa para muita gente, até para minhas próprias atletas que tinham esse olhar de desconfiança por eu ser mulher. Mas aos poucos a gente vem mostrando o resultado e aprendo muito com elas e com outros profissionais”, relatou Souza.


“Todo o destaque que o Taboão Magnus vem consagrando é resultado do trabalho de toda comissão técnica que não mede esforços e desafios para estar à frente e se superar a cada dia, para trabalhar incansavelmente para a evolução de cada atleta e do clube. É uma maneira de validar todas as empresas e colaboradores que acreditaram e investiram tempo e seu nome em um projeto grandioso como é o do Taboão. Acredito que o grande segredo do clube é a determinação, vontade de vencer a cada dia, superar obstáculos e desafios, isso motiva e mexe muito com o grupo, as atletas juntamente com toda comissão são um grande time e isso faz a diferença para cada disputa,” concluiu a treinadora.


Jogadoras também são destaques mundiais

O êxito do trabalho realizado no Taboão reflete também nas inúmeras jogadoras que se destacam sendo convocadas para a Seleção Brasileira, estando na lista de melhores do mundo e se tornando referência para milhares de meninas.


Dentre diversos talentos do clube, o Futebol por Elas conversou com Luana Moura e Natalinha, conheça aqui a trajetória promissora das atletas.


Luana Moura e Natalinha, final da Copa do Brasil 2020 (foto: Victor Monteiro)

A ala, Luana Moura, natural de Nonoai, no Rio Grande do Sul, tem 25 anos e joga há cinco anos no Taboão. "Jogo desde os 10 anos na minha cidade e nos jogos escolares. Como não tinha escolinha na região jogava mais com os meninos do que com as meninas", aponta a atleta.


Em busca do seu sonho, começou a jogar profissionalmente aos 14 anos e deixou a cidade natal para começar uma nova história em Taboão da Serra. "Meu primeiro clube foi a Female Futsal, em Chapecó, joguei uma temporada em 2010, e em 2011 o Barateiro, de Brusque, foi atrás de mim e fiquei cinco temporadas lá, de 2011 a 2015, e foi onde cresci profissionalmente porque tive a oportunidade de jogar sub17, 20 e um pouco no adulto. Em 2016, vim para o Taboão e ficaram sabendo da minha saída de Brusque, recebi um convite e nessa conversa eu quis esse desafio para minha vida. Não foi fácil vir para cá, pois conhecia só uma menina que jogava e conhecia muito pouco do clube, mas aceitei a proposta de querer esse novo desafio e crescer com o time", contou a jogadora.


A camisa 12 do time, desde que chegou ao time vem se desenvolvendo e ganhando destaques como artilheira dos campeonatos, convocação para Seleção Brasileira e estava na lista de melhores jogadoras de futsal do mundo em 2019. "A sensação de ser reconhecida como uma das melhores jogadoras do mundo é muito gratificante, sempre falo que quando isso acontece, meu trabalho é sempre bem visto pelas pessoas, às vezes, não paro pra pensar a dimensão que é, e hoje vejo crianças que me veem como exemplo, que gostam e tem um carinho enorme por mim. Isso é muito gratificante e com certeza me motiva a querer cada vez mais. Ter sido artilheira em alguns campeonatos foi de extrema felicidade porque cada gol é importante para equipe e foram gols decisivos. Sou muito grata a Deus pelas oportunidades, mas o título mais importante não é o de artilheira, meu foco é sempre querer o título de campeão", relatou.


"Ser convocada para Seleção Brasileira é um momento único, um sentimento inexplicável e uma sensação incrível. Sou muito grata a Deus por vestir essa camisa e é uma honra enorme entrar em quadra e estar com a amarelinha no seu corpo, é um sentimento único, principalmente porque já conquistei título com a seleção e isso é motivador, e treino diariamente para conquistar mais títulos com o Taboão e com a seleção", contou Luana.


Profissionalmente minha melhor decisão foi ter vindo para o Taboão, vim com um pensamento de crescer com o clube e isso vem acontecendo. Taboão hoje é referência no mundo inteiro, não é a toa que está na lista de melhores clubes do mundo. Tenho certeza que quem ganha é o futsal feminino e o projeto que vem sendo realizado aqui é muito bacana, e todos os clubes poderiam usar o nosso time como exemplo, até porque tem categorias de base da iniciação até o adulto, é lindo de ver as meninas mais novas usando a gente como referência, isso nos motiva cada vez mais, concluiu a camisa 12.


Já Natalinha, que atua como pivô e tem 26 anos, é de Osasco e joga 5 anos pelo Taboão também. "Sempre joguei no meio dos meninos desde criança, e aos 13 anos fiz um teste no Palmeiras Osasco e passei, de lá tive uma trajetória por outros clubes e hoje defendo a camisa do Taboão Magnus".


A ascensão do Futsal Taboão nos últimos anos é fruto do empenho das jogadoras que mudaram seus horizontes para atuarem no time e crescerem com ele. "É um prazer estar aqui e poder vivenciar tudo que estamos vivendo, o trabalho não para e o melhor sempre está por vir, queremos ainda mais. Sou grata por tudo que conquistei e por ser reconhecida como melhores do mundo hoje, concluiu Natalinha ao Futebol por Elas.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Seja nosso parceiro!

E-mail: futebolporelas@hotmail.com

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle