• Mariele Gasparin

“Vai ser Fernando, de Fernandão”, pais fazem homenagem ao ídolo colorado

Fernandão chegou no Internacional no dia 17 de junho de 2004 e nunca mais saiu. Apesar de ter permanecido no clube por cinco temporadas, se tornou eterno no coração do Beira-Rio. Depois de sua passagem nada mais foi igual, trouxe títulos e revolucionou vidas, como a da Márcia e do Leonardo.


Residindo em Porto Alegre, o casal se conheceu em meados de 2015. E na época em que eram namorados, Leondro já sentenciava "se for menino, será Fernando, de Fernandão". Embora gremista desde criança, Márcia tinha convicção de que Fernando Lúcio da Costa era um ídolo incomparável e, quando descobriu-se grávida em 2017 não deu outra: era menino. Ela então, acolheu o desejo do papai de segunda viagem, sócio do Internacional desde 2005. Vinha aí Fernando de Oliveira Thetinski.


Foto: arquivo pessoal

Por diversas vezes, Márcia pôde ver o marido assistindo as tantas homenagens feitas ao ídolo que, de forma prematura, deixou a todos. Também de forma prematura, nasceu o Fernando. No dia 05 de dezembro de 2017, a bolsa estourou e ele veio ao mundo mais de um mês antes do previsto para sua chegada.


“Fernandão não foi apenas um jogador do Inter, tenho um sentimento como da família, ele representou um divisor de águas para o Inter.”, escreveu Leonardo, que é também pai da Laura, de 9 anos. Eles não têm dúvidas, quando Fernando crescer e ver a dimensão do ídolo para a torcida, terá orgulho da origem do seu nome e dirá, de peito estufado: "Me chamo Fernando, de Fernandão!"

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Receba as novidades

do Futebol Por Elas

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle