• Alícia Soares

Vivi Holzel é das Gurias Coloradas!

A goleira estava no Palmeiras e chega em Porto Alegre para reforçar o Internacional


Vivi Holzel é o novo reforço do Internacional.
Vivi Holzel é o novo reforço do Internacional (foto: Youtube | Internacional)

O Internacional finalizou hoje as negociações e anunciou a goleira Vivi Holzel como nova integrante do elenco das Gurias Coloradas. A jogadora fez parte da campanha brilhante do Palmeiras nas competições nacionais e estaduais e entra em cena após a saída da goleira da temporada passada, Kemelli Trugilho, para o Corinthians.


Paulistana, Vivi Holzel iniciou sua carreira no Juventus da Mooca, em seguida, passou por Corinthians, Foz Cataratas, Centro Olímpico e São Caetano. Em 2014, teve uma experiência no exterior no Avaldsnes IL, da Noruega. Retornando ao Brasil, passou por Vitória (PE), São José, Sport 3B e Osasco Audax. Na Islândia, teve duas passagens no Grindavík. Assim, Vivi tem na carreira os títulos de Campeã Brasileira com o São José-SP em 2013 e Campeã Paranaense com o Foz Cataratas em 2010.


Vivi Holzel defendendo finalização em partida válida pelo Paulistão Feminino.
Vivi Holzel passou duas temporadas no Palmeiras. Foto: Fábio Menotti | Palmeiras

Durante as temporadas 2019 e 2020 atuou pelo Palmeiras, time em que conquistou o título de Melhor Goleira do Paulistão 2020, tendo sofrido apenas quatro gols. No campeonato nacional, sofreu 19 gols e em quatro jogos não os sofreu, tendo chegado com o Alviverde à semifinal da competição. Também teve um aproveitamento de 50% em cobranças de pênaltis: defendeu quatro dos oito cobrados.


Mapa de movimentação e de habilidades da goleira Vivi Holzel.
Mapa de movimentação e de habilidades da goleira Vivi Holzel. Foto: Twitter FF De Primeira

Apesar de sua baixa estatura - apenas 1,66 m - mostra muita segurança entre as traves. Fez grandes aparições no Brasileirão Feminino e no Paulistão Feminino no ano passado, cobrindo a defesa avançada e em cruzamentos, embora não tenha tanta facilidade em defesas difíceis, em chutes de média distância e em passes às suas companheiras de time. Também possui uma habilidade indiscutível em suas interceptações e nas reposições com as mãos e é neutra em chutes de curta e de longa distância.



Por fim, pela seleção brasileira, teve convocações tanto pela equipe sub-20 como pela equipe principal. A atleta participou da disputa do Mundial Sub-20 em 2008 e da Sul-Americana do mesmo ano. Pela Seleção principal, foi convocada em 2009 e em 2017 e voltou a ser convocada este ano pela técnica Pia Sundhage.


A goleira de 31 anos tem todo o potencial de ajudar as Gurias Coloradas na briga pelo título inédito do Brasileirão Feminino, algo que passou perto na temporada anterior, tendo sido o segundo melhor ataque da primeira fase, ficado na terceira posição da tabela de pontos corridos e caído nas quartas de final para o Avaí Kindermann, vice-campeão da competição.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo